89ª Corrida Internacional de São Silvestre

Na sequência de fotos, o nosso atleta Vagner Noronha ultrapassa o atleta Boliviano, representante daquele pais, e pega a sua melhor classificação na prova Internacional de São Silvestre. 40º, lugar, com o excelente tempo de 49´25.





                Parabenizamos todos os nosso alunos que participaram da 89ª Corrida de São Silvestre.




Péssima surpresa no filme São Silvestre

Assistir o filme São Silvestre foi para mim, uma surpresa dupla. Pensei que veria um filme de bom gosto, pois haviam quatro estrelas atribuídas ao referido.

Para meu desespero, o filme é de tamanho mau gosto que não deu para ter uma ideia de história, de substância. Se queriam divulgar a prova, nem precisava. Se queriam mostrar o envolvimento de um ator, ou a sua opinião a respeito da prova, fomos muito mal representados, pois, nem os atletas menos treinados agonizariam tanto quanto o “pseudoatleta”.

O início da sessão destinaram as imagens de São Paulo, e diga-se de passagem, muitos carros, principalmente os da WV. Por exemplo, numa cena de um farol, dois carros da WV parados lado a lado, e nunca poderia imaginar que iria ao cinema para observar dois carros que ali ficaram, sem um porque, talvez para nos lembrar que o trânsito de SP é caótico? Ou talvez porque são os patrocinadores, também não, então resta-nos saber entender o espírito do filme. Até ai foram 30 minutos, somente dispensados ao trânsito e ao povo, que aliás, os rostos focados das pessoas eram de surpresa pela filmagem que por eles passavam.

Depois, a largada da prova, sob enorme chuva, foi a edição de 2011, o tempo inteiro o ator aparece como se estivesse correndo, mas numa colagem de imagens, dava para desconfiar que estava numa esteira, era muito estranho, a cena toda balança, mas não é que balança pouco, se tiver labirintite, não vá, mas não da para crer que este estava correndo e muito menos, na prova, no chão, era uma cena patética, e que provavelmente estava parado, simulando, numa esteira talvez. Verdade, verdade, ele aparentava correr em algum lugar que não na prova, nunca tinha presenciado cenas tão mal feitas. Acreditava que este ator iria morrer ao final.

Filme de péssima qualidade e quem ganhou, certamente com o filme, foram os atletas das cenas, pois a câmera focava, muitas vezes, inclinada, dando a entender que estavam descendo um longo aclive, só rindo.

Simplesmente comovente que algumas empresas acreditem em tal trabalho e consigam nos convencer de tamanho absurdo.

Precisamos alertar aos amigos, para que não gastem seu dinheiro com tamanha trapalhada de filme, melhor assistir ao Pastelão.

Miguel Sarkis

Porque Correr?


A corrida sempre foi utilizada em diversas situações durante a história da humanidade. Por exemplo, se nos assustássemos, correríamos: isso se nossas pernas permitissem, ou então, pelo menos pensaríamos em fugir. Diante destes e outras situações, podemos imaginar que a corrida sempre terá muitas finalidades e uma delas, sempre se encaixará com você.
Mas a corrida nem sempre se reduz a simplesmente fugir.
Será que um dos motivos que nos aproxima de uma prática de corrida seria a possibilidade de fazermos uma corrida fácil, corrida alegre, corrida descontraída? É isso que nos aproxima dela? Ou será que ela nos permite subjetivamente a condição de sobre vida? Será que, por fim, ela pode ser utilizada com a finalidade terapêutica? Poderia ser utilizada com a finalidade de emagrecimento, para acalmar ou a de ocupar o tempo, então ela se tornaria uma aliada imprescindível de toda a humanidade.

Instintivamente a humanidade já se utiliza da corrida com essa finalidade
Mas, é por conta destas e outras motivações que lhes faço uma pergunta: por que correr? Se existem tantos gordinhos corredores e isso não cabe somente a quem vejo; todos nos estamos sujeitos a amargar algumas gordurinhas e se não mudarmos radicalmente a nossa rotina, seremos também gordinhos.
Então, fica-nos a suposição de que somos todos muito rápidos, apesar de gordinhos? “Não ficamos também com toda esta fama”. Só pra variar, ainda temos muitos gordinhos que não correm rápido, mas e se o corredor é gordinho e não é rápido, então para que correr?

Ai vai:
Quando corremos, permitimos o início de um emaranhado de situações em nosso metabolismo, que nos conduz a situações de conforto, apesar de gordinhos e apesar de não estarmos tão velozes assim, isso por enquanto. Se estas melhoras apresentadas ao nosso metabolismo nos são creditadas e passamos a distanciar de nossos principais inimigos para a saúde, então, a corrida vale a pena, mesmo que não cause o que pretendemos, em primeira mão.

Mas, como podemos emagrecer e nos tornarmos, talvez mais felizes?
Emagrecimento é uma condição possível ao nosso organismo e que só será efetiva se mudarmos nossos ritmos de vida. Estou falando de dois fortes aliados: Estresse e Alimentação. Como estes dois primos são muito bem relacionados, e de passagem, eles não vivem separadamente, então ficamos nós, o subconsciente e nossa necessidade real alimentar, a ver navios, a cada vez que comemos, comemos e comemos, ou então, tensos, em todas as horas que couberem no dia.
Já que estou falando de corrida, pensemos no porque da necessidade de se emagrecer. Ainda é cedo para medirmos todos os efeitos nocivos de se correr, por muito tempo, e ainda gordinhos, então, o que vale é nos empenharmos numa mudança de hábitos de vida que proporcione diminuição do estresse e consequentemente, da ilusória necessidade de se alimentar exageradamente.
Já que a corrida cuida de eliminar grande quantidade de energia, resta-nos saber se disponibilizamos calorias na forma de glicogênio ou se são gorduras na sua predominância. Alguns dentre nós se ilude em gastar muita energia e cansar e suar muito. Fácil assim. Gastamos energia e pronto, estamos prontos para aquele churrasco, aquela bel macarronada, aquela pizza, enfim, fica fácil correr a todos. Um canal de televisão lançou em um de seus programas de TV, na forma de desafios, a alguns artistas, a incumbência de emagrecer a qualquer custo. Tudo muito mensurado, dirigido por profissional do esporte, porém, a intensidade do exercício é tão alta que cá entre nós, duvido que os efeitos sejam muito saudáveis. Bom, é só para ilustrar, no bom estilo televisivo, mas ainda não inventaram uma fórmula mágica para emagrecimento e ainda vai faltar muito para isso. Por enquanto, vamos realizar uma forma de equilíbrio que nos sustente dentro de nossas emoções, aflições e exercícios bem praticados.
Para tanto, você tem como aliados, alguns critérios a seguir: Passar por um Clínico Geral, Por um Cardiologista, por um Nutricionista e por um profissional do esporte, habilitados para condicionamento físico e qualidade de vida. Ter uma carga enorme de boa vontade e determinação.

Simples não é?
Bom, a “matemática” de débito crédito serve para a sua aplicação financeira e principalmente para o controle do seu estado corporal.

Contas simples:
Se seu investimento financeiro contempla depósitos e correções monetárias regulares, o fato será consumado: você terá superávit.
Se seu corpo recebe alimentos em proporção exagerada, inversamente a sua rotina de treinos, então, você terá excesso de gordura estocada em seu corpo, ou um superávit.
Em se tratando de uma análise de nossa condição corporal, podemos ter duas situações para superávit: A anterior se refere a excesso alimentar e outra que é uma combinação entre abstinência alimentar e estresse, que permitirá a manutenção dos níveis de gordura estocados.

Então...
Pense para comer. Pense para correr e bons treinos.

New Balance Excellent Series

Parabéns ao nosso atleta Vagner da Silva Noronha pela terceira colocação na New Balance Excellent Series correndo 15K para 00:48:41, com um pace médio de 03:14.

Metro Photo Challenge

Metro Photo Challenge 2013

Uma imagem pode capturar seus sentidos?

2013 marcará o sétimo Metro Photo Challenge, e nós estamos entusiasmados em deixá-lo livre sobre o tema deste ano. Para 2013, pedimos para se inspirar nos sentidos. É algo com o qual você e sua câmera já estão acostumados: sentir o mundo ao seu redor.


Para votar nessa foto clique aqui

Para votar nessa foto clique aqui


Track & Field 10km






Os resultados do final de semana, das equipes MPD Engenharia e Miguel Sarkis
Parabéns aos Corredores:
Vagner Noronha, 1º. Colocado nos 10 km da Track & Field Run Series
Maria Silvania terceira colocada na Track & Field Run Series
E Tatiana Cardoso, Daniela Braiane, Cleonice Mandi, Samuel e Francisco (Chiquinho)




1-VAGNER DA SILVA NORONHA
10kELITM1000:32:14.3600:03:13.3300:32:13.


79 MARIA SILVÂNIA DA SILVA
10kELITF1000:42:52.7100:04:17.1500:42:51.5225331118

RollingStone Music & Run



Pessoal

A Milk está na organização da prova da revista RollingStone, e estamos oferecendo 15% de desconto para os alunos das assessorias parceiras!

Se tiverem interesse, entre em contato comigo, por favor. Obrigado!


Em 2013 a revista Rolling Stone comemora 7 anos de sucesso no Brasil, e para celebrar, prepara um grande evento na cidade de São Paulo, a primeira prova de corrida e caminhada noturna de 7 Km, o Rolling Stone Music & Run. O evento reunirá mais de 6.000 pessoas na Arena Rolling Stone, em frente ao Memorial da América Latina, com um percurso exclusivo no Elevado Costa e Silva, o Minhocão, e com um grande show da banda RPM, unindo a força do esporte com a atitude da música!

Disney Corpore



Na Corrida da Disney-Corpore, tivemos a participação de Vera e Maria do Carmo
Parabéns!!!

Track & Field



Corrida Track & Field neste domingo.


Tivemos o resultado de Maria Silvania, muito bom, correndo junto das principais atletas da distância de 5km.


Parabéns

7 de setembro


Pessoal

Neste sábado, 7 de setembro, a USP estará fechada.

Se alguém tem certeza de que virá ao treino, por favor, enviar um email de confirmação e assim, tentaremos um horário no Ibirapuera.

Aguardamos seu email.

Atenciosamente

Equipe Miguel Sarkis

Bom Retiro de Corredores 20 a 25/08/13

Para mais informações clique aqui

Meia Maratona Asics

Parabéns aos Participantes da Meia Maratona Asics


Os corredores da equipe Miguel Sarkis, mais uma fizeram bonito com seus resultados

Thiago Fortunato.............1h39’
Vera Zugaib.....................1h40’
Maria do Carmo...............2h07’
Alberto............................2h01’
Maria Olivia......................2h15’

Centro Historico 11/08


Maratona do Sesc 25/08

Pessoal

Este evento, que participarei como palestrante, oferecerá uma prova de revezamento neste mês, no dia 25, e permitirá, também, a participação de deficientes físicos e visuais.

Quem desejar, por favor, entre em contato conosco

Site do evento: clique aqui

Atenciosamente

Miguel Sarkis


Prova Eu Atleta



Enquanto isso, em São Paulo, a equipe formada por vários destemidos encarou a prova dos 10km e dos 5 km da Eu Atleta, prova patrocinada pela Rede Globo de televisão.

Lá obtivemos as seguintes classificações, lembrando que as distâncias das duas provas não foram muito bem aferidas e os 10km, por exemplo, levou seus competidores a correr mais 270 metros, aproximadamente.


Silvania em 1º.lugar, além da sua 2ª. Classificação em uma outra prova em SP (circuito popular de São Paulo), e a Valdeci em 5º. Lugar na prova dos 5km. No masculino o 4º. Lugar para Laudenir.

Enquanto nos 10km, tivemos ótimos resultados, evidenciando os resultados dos do Vagner 3º. do Erílio , do Henrique e do Paulo

Resultado de todos nos 5km e 10Km





Esforço Exagerado

Esforço Exagerado!

O que é?

Você realiza uma série de exercícios físicos e fica cansado.
Você realiza algum tipo de trabalho braçal e fica cansado.
Você participa de uma corrida ou caminhada e fica cansado.
Você participa de alguma atividade na empresa, na escola ou em outro local e fica cansado.

Sabe como podemos distinguir o cansar e cansar muito?
A princípio pelo nível do esforço previsto para você, e o realizado.

Considerando que o esforço pode estar abaixo, acima um pouco e muito acima do nível que você é capaz de realizar para se sentir muito bem, devemos entender o que é, para que é, e quando será administrada uma carga de exercício, fraca, média ou forte, e assim, evitar o aumento desordenado do cansaço.

Por que temos que saber o nível de esforço previsto para nós, antes da prática de esforços?

Para entendermos mais esse assunto, vamos relembrar um artigo que escrevi anteriormente e que tratava de “Soma” * (efeitos de sobrecarga no organismo de corredores, por dois ou mais agentes causadores de estresse), e também, a respeito de teste de Avaliação Física. Este último é mundialmente utilizado, desde que a prática de atividades físicas passou a ser monitorada, também, baseados pelos resultados de pesquisas científicas.
Existem grandes probabilidades de ocorrerem acidentes, quando alguém mantém a prática regular de muito exercício físico. Para que tenhamos a verdadeira noção do que ocorre, descreverei alguns tipos de graduação de dor e suas possíveis causas.
As vezes, dores fracas e “gostosas” são anunciadas por alguns alunos, após uma corrida, treino forte e ou depois de alguma atividade diferente. Mas atenção: não se acostume com elas, podem se tornar um aliado psicológico para o seu bem estar, ou seja, sem as dores, aparentemente, poderá achar que o treino não foi tão bom assim.
Dores intensas e duradouras são mencionadas por alunos, quando da prática de uma atividade intensa e nestes casos alguma lesão pode ocorrer.
Lesões podem acontecer após um esforço mais intenso, do que normalmente está acostumado a realizar.
*Definindo SOMA: Lesões também podem ocorrer quando há um acúmulo de duas fontes de esforço: uma pela pratica do exercício que você esta acostumado, depois, outra força pode entrar no cenário, somando um estado de desgaste, a outro novo. Um exemplo disso pode ser; a corrida, com seu desgaste normal de treinamento; depois pode se somar a trabalho diário em pé por mais 12 horas, ou ainda, em uma obra, você anda, sobe e desce escadas, levanta alguns objetos e ao final, pode sentir dores, muitas vezes, inexplicáveis.
Quando você estiver cansado, mais do que de costume, certamente a prática de atividade física marcará mais o seu corpo, podendo levar alguns dias para a total recuperação, bem como ocorrer uma lesão.
Lembra-se daquela dor, costumeira em início e reinicio de treinamentos de corridas? Nas “panturrilhas”, cujo nome científico é Gastrocnêmios, músculos também conhecidos como “Batatas das pernas”? São dores que marcam os treinamentos muito fortes para o momento e ou, são latentes, ou ainda, são frutos de uma sensibilidade que só aparecerá se você aumentar a carga que o músculo, até aquele momento, administra muito bem. Isto ocorre quando o músculo, já cansado, é exposto a mais esforço. Sua recuperação, as vezes, leva semanas.

Então, para não ser pego de surpresa, que tal passar por uma avaliação frequente e adequada?

Realizando um teste:
Um teste deve ser uma avaliação de uma distância, a velocidade, um grau de força com repetições, cargas (pesos) ou ainda pelo tempo, onde o seu estado de força, resistência de força, resistência aeróbia e ou velocidade de resistência serão determinadas por um valor de tempo ou numero de vezes. Estes testes definirão o nível de qualidade física para aquele exercício e será mais apropriado para definir a sua condição física atual e os ingredientes para sua planilha de treinamento.

Teste de resistência aeróbia: Você consegue correr por mais de 12 minutos, sem parar, então o seu estado de condicionamento físico aeróbio esta adequado para correr sem parar, na razão da velocidade imprimida naquele teste. Como exemplo, pensemos na distância conquistada durante os 12 minutos. Primeiro; temos 2 km. (esse é um resultado de nível médio), por outro lado se tivermos conquistados 2.5km, (é sinal de um resultado mais forte), e por fim, se tiver conquistado os 3 km, (pode ser considerado um resultado muito forte).

Teste da velocidade: O resultado de um teste de velocidade pode ser conquistado por uma avaliação em curta distância. Não devemos esquecer que o nível de velocidade nata, aquela que nasceu com você, é fácil de ser alcançada, porém, a distância que você consegue manter, em velocidade, depende exclusivamente de treinamento de velocidade de resistência, aquela que sentimos as melhoras, depois de algumas semanas de sessões ininterruptas. Não aconselho pessoas ficarem se testando em tiros mais longos, como os de 400, 800, 1 km ou mais, sendo que ainda nem se acostumaram com os treinamentos de resistência aeróbia, que será a base para seus treinos futuros.

Teste de força e resistência de força: difícil é a pessoa entrar numa academia e fazer uma série fraca de exercícios; normal é sair “arrebentado” dela, para mostrar que realizou uma “super série”. Verdade é que necessitamos de testes e avaliações, para mapear os esforços de forma a atingir um estado fisiológico melhorado, e que permita avançar em objetivos que sejam palpáveis. Não é possível avançar num programa de condicionamento muscular, sem passar por um programinha básico de exercícios musculares, para que os mesmos possam se expor a aumentos de cargas progressivas, permitindo assim, avanços do tipo: número de repetições, intensidade, e ou no aumento da velocidade de execução e de mais pesos por exercício.
Na hora de treinar corrida, força e demais ingredientes de treinos, leve em consideração o seu dia a dia, além das cargas de treinamento.


Boa sorte

Maratona de revezamento Bertioga



Depois que nossa equipe “Bala” passou arrasando e queimando tudo que viu pelo caminho, nossa equipe “Just For Fun”, passou rápido e surpreendente, com tempos que não esperávamos.

Parabéns a todos, pelo esforço, pela dedicação, pela alegria que proporcionou a todos que ali estavam: Chiquinho, Laudenir e Vagner; Alberto, Olívia, Maria José, Elaine, Diógenes e Eu e a Regina, é claro.

 

Tempo dos “Rapidinhos”?

Algo assim em torno de 4 horas e 30. Para os 75 km! Isso mesmo, somente 4 horas e meia e eles terminaram esta prova incrível.

 

A Equipe Miguel Sarkis divide com todos os prazeres e os trunfos conquistados neste final de semana.


Track & field 10K




Parabéns Vagner!

Corrida Track & Field 10 km 

1o. lugar
tempo 32´19"





Meia Maratona Corpore - Netshoes



Este é o Vagner, com seu uniforme oficial da MPF Engenharia - Miguel
Sarkis, no momento em que recebe o troféu de primeiro colocado na meia
maratona Corpore- NetShoes, pela categoria de 25 a 29 anos.



Seu tempo foi de 1h09:56" e sétima posição na classificação geral da
referida.


MPD



A MPD Engenharia é o mais novo incentivador da corrida, além de criar um grupo de Caminhada e corrida para os seus funcionários, onde a Equipe Miguel Sarkis atua com as orientações, é também o mais novo incentivador de corredores: O nosso atleta Vagner Noronha recebe ajuda para manter seu excelente nível de treinamento, visando o auto rendimento.